Como funciona o Seguro Desemprego? – Entenda o que é o benefício

Saber como funciona o seguro desemprego 2020 é de fundamental importância, já que é um benefício integrante da seguridade social, garantido pela Constituição Federal e que tem por finalidade prover assistência financeira temporária ao trabalhador desempregado em virtude de dispensa sem justa causa.

Com o seguro desemprego, o profissional consegue ter uma segurança maior enquanto busca por um novo emprego. É um dos mais importantes benefícios oferecidos aos trabalhadores brasileiros.

Fique conosco nas próximas linhas e acompanhe todos os detalhes sobre o seguro desemprego. Aqui, você confere, entre outras informações, como consultar e receber o benefício, quem tem direito e quais os documentos necessários para requerer o seguro. Veja agora!

Como funciona o seguro desemprego?

Criado na década de 80 com o objetivo de auxiliar o trabalhador, o seguro desemprego, como já mencionado, é um benefício que oferece ajuda financeira temporário aos funcionários demitidos sem justa causa.

Como funciona o Seguro Desemprego

O benefício é assegurado pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e garantido pela Constituição Federal de 1988, que consagrou o direito à proteção social do trabalhador em situação de desemprego involuntário.

Dúvidas frequentes respondidas:

O seguro desemprego funciona da seguinte maneira: é pago um valor variável de três a cinco parcelas de forma contínua ou alternada ao trabalhador de carteira assinada, de acordo com o tempo trabalhado.

As etapas para o recebimento fica da seguinte forma:

  1. Saber quem tem direito
  2. Fazer o agendamento para dar entrada
  3. Solicitar o cartão cidadão
  4. Conferir o calendário de pagamento
  5. Realizar a consulta para ver se o valor foi pago
  6. Por fim, fazer o saque

Saiba quem tem direito ao seguro desemprego 2020

O auxílio financeiro não é disponibilizado a todos os trabalhadores brasileiros. Para receber o seguro, é necessário cumprir alguns requisitos estabelecidos pelo governo.

Veja a seguir quem tem direito ao seguro desemprego:

  • Trabalhador formal e doméstico, em virtude da dispensa sem justa causa, inclusive dispensa indireta;
  • Trabalhador formal com contrato de trabalho suspenso em virtude de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador;
  • Pescador profissional durante o período do defeso;
  • Trabalhador resgatado da condição semelhante à de escravo.

O valor a ser recebido pelo trabalhador demitido dependerá da média salarial dos contracheques dos últimos três meses anteriores à demissão. No entanto, o benefício nunca será inferior ao salário mínimo vigente e nem superior a R$ 1.677,74, teto do benefício.

Prazos para solicitar o requerimento

Como qualquer outro benefício disponibilizado pelo Governo Federal, existem prazos a serem cumpridos para que exista uma ordem de pagamento.

Veja a seguir os prazos para requerer o benefício:

  • Trabalhador formal – do 7º ao 120º dia, contados da data de dispensa;
  • Bolsa qualificação – durante a suspensão do contrato de trabalho;
  • Empregado doméstico – do 7º ao 90º dia, contados da data de dispensa;
  • Pescador artesanal – durante o defeso, em até 120 dias do início da proibição;
  • Trabalhador resgatado – até o 90º dia, a contar da data do resgate.

Novas regras para solicitar

Como intuito de organizar e garantir o pagamento do seguro, foram estabelecidas novas regras para solicitação e recebimento, são elas:

  • Para solicitar pela primeira vez, o trabalhador recém demitido precisa ter atuado por pelo menos 12 meses com carteira assinada em regime CLT.
  • Para solicitar pela segunda vez, precisa ter trabalhado por nove meses.
  • Já na terceira e nas demais, no mínimo, seis meses de trabalho.

É muito importante lembrar que o prazo entre um pedido e outro deve ser de, pelo menos, 16 meses.

Como fazer o agendamento do seguro desemprego

O agendamento é um passo fundamental para que o cidadão possa receber o seguro, a partir dele é feito o cadastro de forma presencial e a confirmação da inclusão do benefício.

O processo pode ser feito pela internet ou pelo telefone. Abaixo iremos mostrar como agendar o seguro desemprego:

Como funciona o Seguro Desemprego

Passo 1: É necessário que você verifique as condições​ necessárias para ​​receber ​a assistência financeira temporária.​​ Volte ao tópico acima e confirme quem tem direito ao benefício;


Passo 2: Acesse o site o http://saaweb.mte.gov.br/ para realizar o agendamento ou ligue para a Central do Alô Trabalho no telefone 158.


Passo 3: Para agilizar a solicitação do benefício, é disponibilizado quatro postos diferentes para que o atendimento presencial seja feito, são eles:

  • Agências da Caixa
  • Postos do SINE
  • Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego
  • Órgãos que possuem convênios com o Ministério do Trabalho e Previdência Social

Passo 3: Caso o auxílio seja liberado, a parcela será creditada, automaticamente, na conta Poupança ou conta Caixa Fácil do trabalhador, desde que a conta seja individual e possua saldo e movimentação.


Consulta seguro desemprego

Como já foi dito, o seguro desemprego é um pagamento mensal destinado a todos os trabalhadores dispensados do trabalho de forma involuntária.

Se esta é sua situação, é possível fazer a consulta de duas maneiras: pelo site da Caixa seguro desemprego ou pelo Aplicativo Caixa que está disponível para os sistemas Android e iOS.

Veja o passo a passo para realizar a consulta seguro desemprego no site:

Como funciona o Seguro Desemprego
  • Acesse o site https://sisgr.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01;
  • Preencha os espaços com o número do NIS (PIS/PASEOP) e a senha cadastrada;
  • Para fazer a verificação de segurança, clique no quadrado Não sou um robô;
  •  Para finalizar, e acessar o sistema de consulta do seguro desemprego, clique em OK.

Como receber o seguro

O benefício pode ser sacado em qualquer unidade Lotérica, correspondente Caixa Aqui, no Autoatendimento da Caixa, mediante uso do Cartão do Cidadão, com senha cadastrada, ou ainda nas Agências da Caixa​.

A seguir, você confere quais documentos levar para solicitar o seguro-desemprego:

  • Documento de identificação com foto – CNH, RG, CTPS;
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Carteira de trabalho (CTPS);
  • Documento de Identificação de Inscrição no PIS/PASEP;
  • Requerimento do seguro desemprego / Comunicação de Dispensa impresso;
  • Termo de rescisão de contrato de trabalho;
  • Documento de levantamento do FGTS ou extratos dos depósitos.

Esperamos que as informações acima sobre como funciona o seguro desemprego 2020 tenham sido bastante claras e úteis, mas se você ainda precisa esclarecer alguma dúvida, deixe um comentário logo abaixo e iremos solucioná-la assim que possível.

O seguro desemprego é um direito seu e agora que já tem conhecimento de todos detalhes, não perca tempo e faça já a solicitação do seu benefício.

Deixe um comentário